Ex-namorada de Kurt Cobain solta o verbo em carta aberta para Courtney Love


A ex-namorada de Cobain, Mary Lou Lord resolveu depois de anos se pronunciar sobre Courtney Love e Cobain. Mary é pouco conhecida e nunca quis se pronunciar sobre Cobain, mas explica todos os seus motivos nesta carta aberta.

Fonte da matéria: Loudwire / Tradução : Whiplsh

Para courtney e seus puxa-sacos e seguidores... 
Existe uma grande diferença entre evitar falar em alguém e apagar o nome de alguem. Principalmente se essa pessoa/banda foi uma coisa que vai sempre assombrar você pelo fato de que ainda é algo "que vive e respira"... E eu não vou cair sem lutar para deixar tudo claro sobre aquela canalha. 
Eu digo com toda sinceridade. Eu ODEIO ela. E porque eu não falei nada antes? Eu tinha muito medo. E também por respeito à filha de Kurt que era uma criança. Eu também tinha minha criança e não é legal detonar os pais de alguém em um local onde uma criança possa ler. Eu mantive minha boca fechada por Frances. Eu não queria acrescentar mais ódio no topo do que aquela pobre criança já teve que passar levando em conta a mãe que ela teve. Mas agora Frances está mais velha e casada e parece feliz e centrada. Isso é tudo o que deveria ser importante para ela. E eu a respeito. 
Não importa o quanto eu queria falar o que queria falar desde sempre. Era o caso de muitos de nós. Nós tínhamos muito medo de Courtney, de seus puxa-sacos, e tivemos de ficar calados para não começar uma guerra. Não teria sido bom ou esperto. Especialmente quando havia crianças envolvidas.
Mas agora parece que o tempo fez o que o tempo costuma fazer e Courtney Love não tem mais o respeito e confiança e poder que um dia teve. E além do mais eu não tenho mais medo. Mas repito que nunca disse uma palavra por medo de uma guerra com todos os Courtney-tardados. Eu apenas sentei, em silêncio, e assisti ela mentir sobre mim (e tudo e todos). 
Ela construiu seu mundo e manipulou a vida de outras pessoas sendo a melhor MENTIROSA e melhor atriz do mundo. Algo que prejudicou e quebrou um monte de gente de bem. Eu sei que hoje estou velha demais para esta merda, mas sei também que mesmo em minha pequena e desinteressante vida, eu tenho tanto direito de dizer AGORA o que queria dizer antes, mas tinha medo dela e de sua insanidade, e temia pela segurança de meus pais e amigos. 
Mas agora eu não tenho mais medo daquela vadia, e irei dizer exatamente o que acho dela desde sempre. E que o Nirvana ainda é tão evidente quando era na época. Então qualquer agressor que diga que eu era um nome esquecido e etc, vocês podem ir se foder.
Eu estou de saco muito cheio desta sociopata faminta por dinheiro e fama, merda sem talento. Sim, VOCÊ, Courtney Love. 
(tendo de ler as letras em 13?) e suas outras merdas?
Você merece os palcos de um teatro. Você é uma atriz. Você nunca foi você. Você é a melhor atriz que já vi, na verdade. 
Você vendeu uma MENTIRA. E você acabou com MUITAS vidas. NUNCA mais mexa comigo de novo, sua vadia, porque eu vou esmagar você. 
Esperei 26 anos por isso e chegou a hora. Eu vou esmagar você. Você é uma sociopata egoísta. Parabéns por todo o dinheiro que ganhou, que nunca foi SEU para começar. Você é um lixo. E eu vou ESMAGAR VOCÊ. Que comecem os jogos de Tom. Eu vou apoiá-lo. Você nem vai saber, e nem você, Tom, vai saber, mas eu falei com ele e eu SEI o que ele me disse. 
Foda-se, COURTNEY, sociopata de merda, sanguessuga e destruidora de vidas. Pare de foder comigo nas suas merdas de mensagens privadas. Eu não tenho mais MEDO de você. Você é uma piada. Me deixe em PAZ. Não crescemos depois de todo este tempo? Você não deveria estar feliz com seus milhões e milhões de dólares que você nunca ganhou ou mereceu? Fique longe de mim.

Ela disse a pessoas que matei o gato dela. Ela inventou histórias em cima de histórias na internet (e naquela velha pasta do Hole na AOL, tudo gravado). Incontáveis mentiras grotescas que eu não podia impedir que ela espalhasse. Eu não tinha medo apenas dela, eu tinha medo de seus fãs. Por muitas vezes eu saia de uma casa de shows ou do metrô e haviam escrito "você é uma merda" ou "foda-se, assinado Courtney Cobain" com batom no meu para-brisas. [...] 
Pessoas me abordavam e diziam coisas horriveis. Sem nem me conhecer. Todos fãs de Courtney que haviam passado por sua lavagem cerebral. Depois veio aquele fax obviamente forjado e as merdas que ela disse sobre mim na Rolling Stone em que ela estava na capa. [...] 
Ela violou minha integridade, ela violou a minha vida, ela até deixou ameaças de morte para mim bem como para meus velhos pais em sua secretária eletrônica, gerando muito estresse e sentimentos de medo em nossa família. Era insano, era como ter um gangster ameaçando você. [...] Meus pais eram velhos e adoráveis e não mereciam isso. [...]
Ela me fez sentir como uma criança assustada depois abusou de mim emocionalmente e me violou. Ela me ameaçou, ela me chutou, me socou, me perseguiu e quase me matou naquela noite na Sunset. E depois continuou até que Kathleen e outros tiveram a coragem de prestar queixas quando agressões similares ocorreram com eles. Eu deveria ter prestado queixas na época. Mas estava com muito medo e não queria chamar atenção para isso. Eu só queria que ela me deixasse em paz. [...] 
Muitos de vocês tem me perguntado sobre o "caso" Cobain e o que penso disso. Eu realmente não tenho muito a dizer sobre isso. Não é meu papel falar sobre isso. Eu não tenho ideia do que aconteceu. Tudo o que sei é que eles eram duas pessoas muito doentes na época. Algumas vezes me pergunto se a doença dela era apenas um sombrio narcisismo sociopata. Ou se era algo tão maligno quanto. E ele era só um cara que adorava música e que queria ter uma família e amava sua filha, mas talvez não aguentasse mais.




1 comentários:

Falou, falou e não disse nada!!

4 de fev de 2016 17:25:00 comment-delete

Postar um comentário